Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Plano de Drenagem Linfática Manual Pós Operatória

 

A Drenagem Linfática Manual (DLM) é um tratamento altamente especializado, representado por um conjunto de manobras suaves, lentas e rítmicas muito específicas, que actuam sobre o sistema linfático superficial, evitando e reduzindo os edemas, ao mesmo tempo que permite ao organismo optimizar os seus processos naturais de regeneração.


Um acto cirúrgico causa lesões no corpo como cortes, cicatrizes, possibilidade de infecções, enfraquecimento do sistema imunitário, atrofia e flacidez dos tecidos, entre outras.

Isto leva a uma resposta orgânica inflamatória que compreende o extravasamento de líquidos do interior das células para o subcutâneo e à formação de cicatrizes fibróticas e hematomas, envolvendo processos de dor e desconforto.


O tratamento de DLM promovido através deste Plano Terapêutico, ao estimular a circulação linfática, distribui o líquido excedente para as cadeias ganglionares, e com isso diminui o inchaço da região operada, além de ajudar na reabsorção de hematomas, acelerando o processo de recuperação do organismo e diminuindo o risco de infecções secundárias.

 

A dor é minimizada e o tempo de recuperação significativamente reduzido.

 

A micro-circulação é ainda estimulada favorecendo a oxigenação dos tecidos, reduzindo a estase venosa e eventuais problemas circulatórios consequentes.

 

Após a uma avaliação inicial feita na primeira consulta, é definido um plano terapêutico específico totalmente individualizado para as necessidades específicas de cada Paciente, e que inclui diversas sessões de  tratamentos de DLM, recomendações de rotinas adaptadas, exercícios localizados e outros cuidados específicos.

 

Sendo o tratamento sempre entendido como um processo integral e holístico, é possível ainda a integração dos tratamentos de DLM com outras especialidades como Mesoterapia Homeopática, Nutrição Funcional e Acupuntura.

 

Aplicações e Benefícios da DLM no pós-operatório:

 

  • redução do edema
  • controle da dor
  • prevenção de cicatrizes inestéticas (quelóides, hipertrófica, atrófica, alargada e discrómica)
  • diminuição do tempo de recuperação
  • redução das aderências teciduais
  • aceleramento da regeneração superficial e profunda dos tecidos
  • reforço do sistema imunitário em geral e redução do risco de infecções
  • controle da perimetria geral ou localizada
  • aumento da tonicidade da pele e muscular

 

Frequência/Duração:


Variando consoante os casos, avaliação inicial e recomendações do médico, as sessões do tratamento variam entre três a uma vez por semana, em tratamentos de cerca de 60 minutos, sendo aconselhável um mínimo de 8 sessões.


Casos em que a DLM é eficaz e comummente recomendada pelos cirurgiões no pós operatório:


Casos oncológicos:

 

  • mastectomias
  • remoção de gânglios linfáticos

 

Casos Estéticos:

 

  • dermolipectomia abdominal ou abdominoplastia
  • mamoplastia de redução ou aumento
  • lipoaspiração
  • braquioplastia (cirurgia plástica dos braços)

 

Outros casos:

 

  • cirurgias mistas (oncológica + reconstrutiva)
  • todas as cirurgias em geral, em especial as que provoquem edemas e hematomas,
  • recuperação dolorosa e prolongada
  • recuperação de lesões (desportivas, fracturas, etc.)

 

Deste modo, a Drenagem Linfática Manual poderá ser uma poderosa aliada para uma recuperação de um pós-operatório mais rápido, completo e saudável, com benefícios para a sua saúde que se estenderão ao longo do tempo.