Pesquisa

Não existem registos

Não existem registos

Não existem registos

Depressão

A Depressão é uma doença que afecta actualmente 40% da população activa em Portugal, havendo a expectativa de que este número possa aumentar devido às condições sociais actuais.

 

Na Clínica da Vinci existe uma abordagem terapêutica integrada ao tratamento da Depressão, o que tem promovido a excelentes resultados junto dos diversos pacientes que nos procuram com esta doença.

 

Medicina Quântica permite abordar a Depressão de uma forma holística, actuando no diagnóstico das emoções, e na reprogramação neuro-linguística, que representam uma componente clínica de extrema importância no protocolo multidisciplinar da Depressão.


O protocolo terapêutico executado na Clínica Da Vinci depende sempre das causas que levaram à depressão, podendo, caso tal seja necessário, ser incluídas no tratamento desta doença, para além da Medicina Quântica, áreas clínicas como

 

  • Acupunctura para o equilíbrio dos canais energéticos,
  • Nutrição caso faça parte das possíveis causas os distúrbios de alimentação,
  • Osteopatia, bem como todas as terapias manuais que através do toque promovam uma sensação de bem-estar geral ao paciente.

 

Para além da componente emocional, existe uma componente fisiológica associada à Depressão no que respeita ao equilíbrio de neurotransmissores no organismo, nomeadamente de serotonina.

 

A atenção atribuída a todos estes aspectos, faz com que na Clínica Da Vinci façamos uma abordagem terapêutica a esta doença de um modo inovador e que promove a um tratamento completo, sustentado e com resultados duradouros.


Cada caso de Depressão deve ser encarado como único. Somente desta forma se poderá optar pelo caminho terapêutico adequado ao indivíduo.


Esta é uma doença mental que se caracteriza por:

 

  • Tristeza mais marcada ou prolongada
  • Perda de interesse por actividades habitualmente sentidas como agradáveis
  • Perda de energia
  • Cansaço fácil

 

A Depressão pode afectar pessoas de todas as idades, desde a infância à terceira idade, no entanto é mais comum observar-se esta doença em pessoas entre os 24 e os 44 anos, sendo que a ocorrência em mulheres é o dobro da ocorrência em homens.

 

Podemos dizer que a Depressão está ligada ao sentimento de culpa do passado que armazenamos no coração, ao sentimento de tristeza e melancolia, frente às dificuldades e problemas do presente e à ansiedade diante do futuro, daí ser urgente promover ao tratamento desta doença logo após o surgimento dos primeiros sintomas.